Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Era segredo até este preciso momento mas não conseguia aguentar 14 dias sem vos explicar o que ando a conspirar e sem dar feedback de como está a correr, sem me esquecer de nada se apenas só escrevesse no final do processo... E por isso mesmo:

 

   1 - Uma leitora do blogue desafiou-me a passar 1 semana sem transações comerciais, que é como quem diz, sem gastar dinheiro. Desafiou-me para que depois pudesse contar a minha história e motivar outras pessoas a viverem sem gastar tanto dinheiro de um modo igualmente feliz. Decidi desafiar-me a mim mesma e, não só aceitar como dobrar a aposta e aguentar 14 dias sem dar uso ao meu porta-moedas/multibanco.

   Comecei no sábado, dia 17 de março, sendo que nesse mesmo dia cometi a minha única "pseudo-irregularidade" até agora, que foi pagar um chocolate quente a mim mesma e um café a um amigo meu. Fi-lo exatamente porque estou tão habituada a pegar na carteira e pagar que nem me lembrei do desafio que tinha aceite. Foi intuitivo, no entanto serviu de emenda para ter mais cuidado nos dias que se seguiram.

 

IMG_20180317_165342_387.jpg

 

   2 - Nesse primeiro dia, acordei tarde porque estava de ressaca do meu jantar de aniversário, na noite anterior (e aproveito para agradecer mais uma vez a todos os presentes por serem os meus maiores presentes, se me permitem o trocadilho - sou extremamente grata por ter tão bons amigos, tão boa família, tanta boa gente à minha volta). Depois de acordar, comi qualquer coisa e fui tomar café com um colega de Lisboa que veio passar o fim-de-semana ao Porto. Claro está que ele, por ser cavalheiro, pagou o café sem sequer saber do meu desafio. E ainda me ofereceu umas batatas fritas com molho rosa, que são, no mínimo, uma das minhas maiores crush em termos gastronómicos (sim, já perceberam que sou muito fácil de agradar!).

   Adorei estar com ele pessoalmente porque até então só tínhamos trocado mensagens por redes sociais. Ele revelou-se uma pessoa ainda mais interessante ao vivo, super viajado, cosmopolita e inteligente. Adorei a conversa e acabei por ficar com ele a tarde toda, em detrimento da minha aula de yoga que normalmente me faz tão bem, e do hiit.

 

3 - Seguidamente, fomos ter com outra amiga minha, a Beni, ao Costa e, por estar frio, apeteceu-me chocolate quente e acabei por gastar cerca de 4€ e qualquer coisa nele e num café para o meu colega que me havia pago o outro também. Só depois de pagar é que me lembrei do desafio e, como é óbvio, não lhe ia pedir o dinheiro de volta. À posteriori, a Beni convenceu-me a jantar com ela e com umas amigas (disse que me pagava um jantar humilde) e devo dizer-vos que foi um prazer poder fazer novas colegas/amigas num jantar em que não gastei nada. Por acaso a Beni quis pagar, porque sabe que eu também não tenho problema em pagar- lhe outras coisas em condições normais. Mas mesmo que não pagasse, podia ir lá ter depois de jantar e, sem gastar dinheiro, teria sido igualmente prazeroso conviver com elas e conhecê-las, sem precisar de gastar dinheiro nenhum para isso. 

 

(Devo dizer-vos que no entretanto adormeci enquanto escrevia, tive um pesadelo horrível e acordei a pensar em como a vida real consegue ser bem melhor do que os sonhos, quando não estás a contar com nada. E como é bem, bem melhor, que a que vives nos pesadelos!)

 

4 - Seguiu-se uma noite fantástica rodeada de pessoas que se revelaram extremamente boas companhias e diverti-me imenso. Ainda acabei a noite a comer um enorme kebab no turco roto junto ao 77, pago por uma colega que se ofereceu para fazê-lo, mais uma vez sem saber do desafio, e, o dono do turco ainda me ofereceu umas batatas. Gostei tanto do meu dia e noite que prolonguei-a, praticamente nem dormi e passadas 24 horas eu tinha gasto apenas 4€ e tal por acidente, sendo na mesma profundamente ativa e feliz.

 

IMG_20180318_141048_791.jpg

 

 

5 - O dia seguinte, domingo, revelou-se um dia fácil para não gastar dinheiro: fui almoçar aos meus primos, comi bem e tive o prazer da companhia de alguns dos meus familiares. Seguiu-se uma tarde em que dormi, estive à lareira (muito lykke, eu sei) e disfrute da companhia deles. 

Ainda tive tempo de me despedir dos meus colegas de Lisboa e de ir passar o fim da tarde com a minha prima paterna, indo ainda dar um beijinho aos meus avós. Nessa altura, gastei 1€50 numa pequena torta de chocolate e umas velas uma vez que o meu avô havia feito anos um dia depois de mim e não tínhamos comemorado. Escolhi a torta mais barata para nao fugir muito ao desafio mas mais uma vez falhei, mas por uma boa causa. Foi bom ver a alegria do meu avô por receber as netas, que lhe foram cantar os parabéns.

 

IMG_20180318_232813_257.jpg

 

6 - Fui depois jantar a casa da Beni, que me tinha convidado. Comi uma sopa bem quentinha e acolhedora (mais um pouquinho de lykke) e uma salada colorida.

Fui ter com outros amigos, a Saza, a Yaz e o Jorge, o meu grupo habitual do café de domingo. Avisei-os que não podia gastar dinheiro mas a Saza insistiu em pagar-me uma caipirosca preta, como ela lhe chama, caipi black a meu ver. Aceitei sem hesitar uma vez que sou profundamente viciada nesta bebida hipercalórica. 

 

IMG_20180318_234802_425.jpg

 

 

   Mudei seguidamente novamente de ambiente e fui jogar xadrez com a Beni para um outro café onde acabaram por aparecer outros amigos nossos. Jogamos, conversamos e ainda tivemos tempo de jogar 15 minutos de bilhar que se revelou outro dos meus gastos, eram 2,45€ a dividir por 5 pessoas mas eu só tinha umas míseras moedas pretas na carteira. Nem sei quanto gastei mas foi, com certeza, menos de 50 cêntimos.

 

   7 - Acabei a noite a dormir em casa da Beni uma vez que tinha que acordar cedo de manhã para ir com ela ao mecânico e trazê-la, se tivesse que deixar o carro lá.

 

IMG_20180319_085905_393.jpg

 

   Segunda-feira... Não dormimos muito e custou acordar, uma vez que já pouco ou nada tinha dormido na noite anterior. A mãe dela preparou-nos o pequeno almoço, fomos ao mecânico e fui deixá-la noutro sítio para ficar a estudar. Fui seguidamente para uma sessão de fotodepilação gratuita, oferecida pela depilconcept via instagram de uma famosa. Acabei por gostar tanto que vou passar a fazer aqui em detrimento da esteticista onde anteriormente fazia laser.

   Fui fazer uma soneca rápida a casa e acordei descansada mas a pensar que me ando a deslizar no ginásio devido à falta de tempo, com o trabalho e tantas saídas com os amigos. É logo feita promessa de que isso vai mudar, porque mente sã em corpo são é o princípio básico.

   Almocei e fui à boleia com um colega para o trabalho, o que me permitiu ter conversas extremamente produtivas pelo caminho. Trabalhei feliz, como trabalho sempre, por ter a sorte de estar na melhor empresa da cidade, a meu ver. 

 

   8 - Depois de sair fui tomar café (mais uma vez, pago pela companhia) com um amigo de longa data que já me tinha convidado há muito tempo para pormos a conversa em dia, mas havíamos andado bastante tempo desencontrados. Foi um café delicioso por ele próprio, pelo sítio e, principalmente, pela companhia. Sou, mais uma vez, grata, por ter amigos que me continuam a surpreender e a inspirar quando os volto a encontrar e a perceber que são seres humanos fantásticos! Fui depois ajudar um amigo meu no fecho do seu novo café e ainda dei um salto à boîte uma vez que me tornei RP das segundas.

 

IMG_20180319_234231_023.jpg

 

(btw as mulheres não pagam com 3 bebidas de oferta, nada mais pobre fazendo pobrice 😍🤷! Mesmo os rapazes só pagam 5€ com 1 bebida, que é barato em relação a outros espaços. Por isso para a semana aproveitem e usem a minha guest para me tornarem um pouco menos pobre!)

 

IMG_20180320_045914_067.jpg

 

   Um salto... Que não foi salto, porque acabei por ficar lá até às 6 da manhã já que, mais uma vez, a companhia se revelou boa demais! Diverti-me tanto sem gastar dinheiro que acho que neste caso o dinheiro só ia prejudicar tudo, a comprar mais bebidas e a ficar KO! Bebi as minhas cidras de quem conduz e diverti-me a dançar com a equipa de RP's!

 

20180320_222236.jpg

 

9 - Claro está que terça acordei às tantas, cozinhei, fui para o trabalho, diverti-me imenso (estivemos sem sistema informático na maior parte do dia de maneira que foi só preencher inquéritos/atender chamadas a dizer que estávamos sem sistema/aturar os meus colegas de trabalho malucos, que até agora posso dizer que são os melhores que alguma vez tive na vida. Temos um ambiente tão bom que acordo todos os dias com vontade de ir trabalhar!). Saí, Ainda fui ter com 2 amigas ao carro de uma delas e conversamos um pouco antes de irmos cada uma para casa, dormir.

 

 

   Contas feitas, em 4 dias gastei cerca de 6€ quando o trato era não gastar nenhum. Por esse mesmo motivo, quando acabarem os 14 dias, vou doar 6€ a uma organização de solidariedade daquelas que pede nos shoppings para limpar a minha consciência. Obviamente que antes de começar já tinha gasóleo, comida em casa e tudo preparado para não ter que gastar nenhum. Por isso mesmo é que me condeno. Já percebi, em 4 dias, que é possível ser na mesma extremamente feliz sem transações comerciais. Será que vou conseguir aguentar mais 10?

 

(Continua...)

 

 

 



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2019
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2018
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ