Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



05
Jun18

8# Dicas de poupança no supermercado e não só

por @dianacarvalhopereira

POBERTANAS DA MINHA VIDA,

     Um leitor do blogue pediu-me que escrevesse um post sobre como estudantes deslocados (que vivem fora da casa dos pais) conseguem poupar nas compras do supermercado. 

 

     Decidi generalizar um pouco para servir para todos, não só para os estudantes mas também para os trabalhadores sozinhos ou para as famílias em geral.

 

     Dicas de poupança em supermercados e não só, aqui vão fresquinhas:

28427352_166352024162239_1018501109985050624_n.jpg

 

 

 

DICA 1 - PROMOÇÕES, vales, TALÕES, cartões 

     Passo grande parte do meu tempo a fazer storys no instagram sobre produtos que compro em promoção em vários hipermercados.

 

     Pois é, na verdade as cadeias competem tanto entre si que nos permitem a nós, enquanto clientes, comprar as melhores marcas por um preço bastante acessível.

 

     Praticamente não há semana nenhuma em que não vá ao PINGO DOCE ver as promoções  (não é publicidade dirigida, simplesmente têm sempre aquele catálogo da semana em que podemos ver, mesmo antes do início da campanha, que costuma ser renovada à terça, que promoções vão haver). Aproveito para comprar produtos que uso muito, quase sempre por metade do preço (por norma produtos de higiene, para a casa, comida de marca para os gatos, iogurtes, produtos fit como cereais, barrinhas, sementes, bolachas integrais, leite sem lactose, entre outros).

 

     Como tenho a sorte de ter vários super e hipermercados perto de casa, também praticamente não há semana nenhuma em que não vá ver as promoções do JUMBO (é ao lado do meu ginásio de pobre, com low cost no nome, mas que adoro de morte!) e do CONTINENTE (fica também a pouco mais de 5 minutos de minha casa e costumo ir com a minha irmã, que passa o cartão continente na máquina dos talões e usufruimos não só das promoções de loja como a poupança acrescida em alguns produtos através dos talões).

 

     Tanto no caso do pingo doce como do continente, os cartões também servem para poupar em combustível na BP (PD) ou GALP (continente) o que é uma vantagem acrescida para quem precisa de pôr gotita.

 

     Também gosto MUITO de ir ao LIDL aproveitar as promoções em artigos para a casa e para mim. Parecendo que não, mesmo os artigos de desporto têm bastante qualidade e são incrivelmente baratos. Tenho a sorte de ter uma amiga que trabalha lá e vai-me dando a dica quando há alguma coisa em condições. Antigamente eles mandavam a revista dica para quase toda a gente, eu adorava ler as entrevistas e os signos. Acho que descontinuaram, é uma pena para quem poupava no jornal e lia a "dica da semana" mas enfim, não se pode ter tudo.

 

 

DICA 2 - Juntar dinheiro com a DICA 1

     Uma ideia que tenho andado a implementar, uma vez que poupo imenso dinheiro com a DICA 1, é guardar todo esse mesmo cash que poupo (normalmente aparece no talão quanto é que pouparam) para utilização futura, quer seja em mealheiros quer em conta poupança. Basicamente anoto sempre o valor que poupei em cada compra e tento pôr logo esse dinheiro de parte para não haver a tentação de o gastar. 

     No final do mês consigo juntar de 50 a 70 euros só com este truque. Em meses com mais compras e despesas, ainda junto mais. 

     No fundo é pensar que o dinheiro que poupas em promoções efetivamente pode dar jeito para projetos futuros e metê-lo de parte, agradecendo às alminhas caridosas que mandam nos supermercados (que no fundo, estão todos ricos ou mortos, com as respetivas famílias ricas) por nos ajudarem a poupar.

 

 

DICA 3 - Ter projetos de utilização da POUPANÇA

     Acho que todos os meus amigos que me dizem que não conseguem poupar dinheiro fazem-no pois não têm objetivos a curto prazo para utilizar o mesmo. E sim, escrevi CURTO prazo. 

     Não adianta terem objetivos inalcançáveis ou ambições que vão demorar a ser realizáveis no que toca à poupança.

 

     Eu, por exemplo, anoto na minha agenda um dia, dentro de, no máximo, 4 a 6 meses, em que terei que ter de lado X euros para viajar para X sítio ou comprar alguma coisa específica. Depois verifico quanto dinheiro tenho que poupar por mês para atingir esse objetivo de uma forma mais sustentada. Obviamente que se num determinado mês não consigo poupar tanto, no seguinte já vou compensar. 

 

     Sem objetivos realizáveis basicamente não temos rumo para o nosso dinheiro e pensamos que será mais fácil o carpe diem, o vive o momento sem pensar no amanhã porque amanhã podes não estar cá. Ok, é muito poético mas não resulta se te apetecer aproveitar a vida a viajar pela Europa ou ter um produto em específico sem ter dinheiro para isso. Não vale créditos. Vale ter ambição e vontade para poupar e conseguir.

 

 

DICA 4 - Aproveitar as COMPRAS DO MÊS de terceiros 

     Esta é mais direcionada para estudantes deslocados (também já fui uma) mas também para jovens que já vivam sozinhos mas mantenham ligação e contacto com os familiares. 

 

     Existem produtos do dia a dia que ficam mais baratos se aproveitarem as promoções em grande quantidade. São eles a carne, o peixe, os produtos de higiene de casa e lar, os dispensáveis como papel higiénico, papel de cozinha, guardanapos, entre outros.

 

     Quando falo em grandes quantidades não me refiro só a compras em grandes cadeias como a MAKRO ou o RECHEIO. Podem fazê-lo, efetivamente poupam. Mas mesmo nos supermercados mais simples, essa poupança é possível. Em vez de comprarem meia dúzia de bifes para vós, peçam à mãe para tirar meio quilo do quilo e meio que ela comprou. Em vez de sentirem vergonha por andar com a embalagem de papel higiénico na mão na rua mais movimentada da vossa cidade universitária, roubem uns quantos rolos do plafond da casa dos pais no fim de semana para terem o rabo limpo fora no resto na semana.

     Acreditem que conseguem poupar IMENSO dinheiro com esta dica. 

     Eu até nas minhas tias vou cravando alguns produtos que me fazem falta, porque sei que elas compram sempre a mais e eu tenho sempre a menos. Elas não levam a mal, até gozam comigo, por ser "crava". Eu não me sinto ofendida, até me sinto elogiada por ser tão desenrascada. Deixem-se de coisas, aproveitem para poupar sendo cravas.

 

DICA 5 - PLANEAR o mês antes de fazer asneiras

     Nesta contra mim falo, uma vez que só há bem pouco tempo comecei a ter este cuidado. 

     Não resulta planear algo quando já estás na penúria ou já gastaste dinheiro mal gasto. Ou seja, o planeamento tem que ser SEMPRE feito à priori. 

 

     Basicamente pego no meu bloco de notas e anoto o meu histórico de despesas do mês anterior para saber a média de cada parcela das minhas despesas e planear subidas ou reduções de cada parcela. 

 

    Divido as despesas em:

a) fixas (aquelas que não posso mesmo evitar, sejam contas ou a mensalidade do ginásio, por exemplo);

b) alimentação - compras (isto porque também há a c) 

c) alimentação - restauração  (saídas, jantares e almoços fora - outra dica aqui, limitem-se! Dá para gastar imenso dinheiro aqui se não impuserem limites. Eu por exemplo, tenho o limite de plafond de 20€ por semana. Ou seja, se tiver um aniversário em que pago bastante, na semana seguinte já não como nenhuma vez fora de casa. Parece exagero mas uma pessoa estraga-se imenso em comida que entra no estômago e passado meia hora já paira na sanita. É o meu ponto de vista, peço desculpa se feri suscetibilidades!)

d) coisas que efetivamente não preciso  (aqui, mais uma vez, com conta e medida. Nada de comprar a torto e a direito quando recebem. Nada disso. Obviamente que eu preciso da roupa e soluções de arrumação que passo a vida a comprar, mas não adianta ter o armário cheio e a carteira sempre vazia. O que faço é, por norma, comprar só no final do mês, quando estou prestes a recarregar o meu plafond ou quando já o carreguei, já recebi, e tenho sobras do mês anterior. Sabe muito bem chegar ao final do mês ainda com dinheiro. É sinal que seguiram todas as minhas dicas e ainda fizeram melhor. Assim sendo, é altura de nos recompensarmos pelo sucedido!).

 

     Depois, faço a minha média de gastos em cada parcela, faço a auto-avaliação do que correu bem e correu mal no mês anterior e planejo o seguinte de acordo com isso. 

 

     Parece parvo anotar tudo o que se gasta mas acreditem que só depois de apontarem tudo vão ter noção do despesismo e do exagero em que vivemos. E vão tornar-se pessoas mais felizes por terem auto-controlo sobre isso.

 

DICA 6 - Usar este site/blogue

http://poupadinhosecomvales.com

     Obviamente que não tem a qualidade do meu #pobrefazendopobrice (brincando só!) mas ajuda imenso! Com dicas de poupança e ainda novidades acerca de promoções, um dia vou-lhes pedir uma parceria para ter este blogue sempre em hiperligação. Para todos os meus seguidores pobertanas começarem a poupar com quem sabe!

 

 

 

     Espero que o post tenha sido útil, já sabem que aguardo feedbacks dos meus pobres que já começam a fazer pobrices em condições... 😘

 

 

 



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2019
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2018
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ