Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



02
Jan20

37# - eu gosto tanto da passagem de ano

por @dianacarvalhopereira

Lunáticos,

Como foi a vossa passagem de ano? Eu sei que muito provavelmente foi uma merda, tal como a de 99% das pessoas, que vão com altas expectativas para algo que tem tudo para correr mal. Deixo-vos uma lista com dez motivos para o potencial de caos associado a esta festa:

 

1) está tudo cheio, a rebentar pelas costuras, e há filas em todo o lado, principalmente em casas de banho, que tresandam a um cheiro que é uma mistura entre morto e fluídos biológicos patentes, com pessoas que se amontoam para necessidades fisiológicas ou outras não tão fisiológicas, que têm que ver com consumos etílicos ou a necessidade de ter a primeira relação sexual de 2020 num local público, qual monotonia de relações, qual quê, o que a gente quer é promiscuidade in loco em casas de banho públicas e aumentar as filas das mesmas, qual falta de noção qual quê (frase maior do que as de Saramago maníaco, eu sei);

 

2) demasiadas pessoas às cotoveladas a ver um fogo de artifício manhoso que assusta animais domésticos que não têm donos atenciosos que lhes deixam o dog tv ligado. E na maior parte das vezes, perdida a emoção inicial do champanhe e da meia noite, as pessoas queixam-se apenas: "o fogo este ano foi pior que o do ano passado", "para ver isto um gajo ficava em casa" ou "porquê que não tenho uma gaja incrivelmente bela como a Diana para mamar na boca à meia noite?";

 

3) os adereços são uma mistura entre despedida de solteiro rasca com show de transformistas pobres que compram tudo no chinês. Se eu visse mais alguma "baca"  com calor nas tetas,  com um orgulho desmedido nelas e sem frio nesta parte particular do corpo, disfarçada de mulher com uns corninhos a dizer happy new year ou uns óculos com o formato de 2020, ia lá e dizia que o lugar dela era em casa, a pastar, a dar leite, a fazer bezerros e quiçá dar carne também. (Foda-se, que machista de merda Diana, havias de arranjar um homem que fizesse de ti uma baca assim!). E só para não acharem que sou uma snobe de merda que objetifica mulheres, contra mim falo, porque comprei uns corninhos às 3 da manhã, já bêbada, só para ser igual às outras - mas na verdade foi porque dizia "feliz ano nuevo" e eu queria parecer espanholita por terras tugas. E também usei decote, apesar de ser igual a não usar porque como já sabem, saí mais ao pai do que à mãe neste pequeno pedaço de gordura e glândula mamária no tórax plantado;

 

4) há quase sempre álcool a mais no sangue de toda a gente e paciência a menos para cotoveladas e encontrões - afinal, ano novo mas civismo velho - e há sempre confusões na rua com dezenas de pessoas saudosistas da época em que WWE passava aos domingos de manhã na televisão e que gostariam de voltar ao tempo das arenas romanas e de ver sangue e orelhas a esvoaçarem pelos céus. Ninguém faz nada. Fica tudo "só a ber". Lindo;

 

5) não há lugar para estacionar em lado nenhum. E já sabem que isso é um dos principais motivos causadores de stress do século. A dada altura, depois de 20 voltas ao quarteirão e de desistires e estares a 5km do teu destino, só pensas "vou mas é voltar para casa e ver um filme de merda enquanto me masturbo a pensar na gaja com quem não tenho coragem de meter conversa no instagram";

 

6) está demasiado frio para vestir a vestimenta variada que as lojas do shopping nos oferecem para esta ocasião. O gajo da inditex (e principalmente, os designers de moda para lojas de pobres) deve achar que por ele poder usufruir da passagem de ano num qualquer país tropical, nós na tuga também ostentamos todos da mesma maneira. À conclusão que, vestes-te a dar tudo como se estivessem 25 graus mas tens que levar 3 casacos por cima ou constipas-te com os atuais 5. E ter deixar esses mesmo 3 casacos em bengaleiros de bares e discotecas que estão completamente cheios de gente a fazer o mesmo, com filas que te deixam novamente chateado e a pensar "porquê que eu saí de casa?"?;

 

7) podia pôr este motivo nos primeiros lugares mas estaria a cair no mesmo erro em que caem todos os que criticam exageradamente isto sem proporem soluções, tal e qual os políticos: ninguém quer saber das vossas resoluções de ano novo nem das vossas realizações de ano velho. Comprem um diário e desabafem, por amor de Deus (mas como eu não acredito nele, por amor a alguém que vocês tenham estima, vá) ou escrevam um blogue que só tem 7 ou 8 leitores assíduos, tal e qual o que fazem tantos e tantos (não me refiro com isto à minha pessoa, longe disso!);

 

8) já perceberam que adoro esta festividade, certo?

 

9) não tenho mais motivos ou talvez tenha mas não me apetece puxar mais pela cabeça, até porque sempre que tento, aparece o George Harrison, que encontro incrivelmente atraente num bar e traz cafés ao som de something. Eu sei que parece que não faz sentido nenhum. E nem faz. Na passagem de ano vi-o bêbado alegadamente a dar beijos noutra miúda que não a Pattie, o que, na realidade, foi o verdadeiro motivo da minha revolta. Os desgotos amorosos de paixões platónicas por músicos falecidos que encontras bêbada são excelentes gatilhos criativos. Mas entretanto ele esclareceu-me em sonhos que não beijou ninguém e que eu sou só uma melodramática que vê coisas a mais quando está bêbada e descompensada. Ou isso, ou barcos;

 

10) isto era para ser medianamente cómico. Não sei se foi um "missão cumprida por chocapic" ou um "testaste, fica para a próxima". Mas se se reveram nas minhas reflexões, metam like, subscrevam, metam like na minha foto do instagram que data 10 de setembro de 2016 para ganharem um giveaway de potes de noção que estou a fazer secretamente para os meus fãs que estejam a precisar dele ou que conheçam alguém que precise.

 

Usem o código DIANALUNÁTICA2020 para descontos em tudo o que é sites com códigos. Não me responsabilizo se não funcionar. Mas se funcionar avisem-me que é para poder usufruir dos meus benefícios de influencer. 

 

Um beijo e um queijo para todos, com votos de um bom ano, que não seja um reflexo da passagem de ano manhosa que todos nós tivemos...



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2019
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2018
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ