Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



   

IMG_20190211_091647.jpg

 

   Hoje é um dia especial para um dos maiores amores da minha vida, a minha (bela) tia Bela. Decidi, dada a ocasião, escrever um texto para expressar todo o amor e gratidão que lhe tenho.

   Eu nasci em 1996 e ela já havia traçado uma vida em que se tornou bem sucedida sem precisar de ninguém. Acho que a ela devo a minha igual independência e ambição, porque cresci a idolatrá-la por mil e um motivos, mas principalmente por essas qualidades.

   Cresci mas as minhas memórias de infância não são as de uma família funcional, com um pai e uma mãe presentes e um ambiente familiar prazeroso mas sim de uns fins de semana incríveis passados atrás da minha tia solteira que eu tanto gostava, seja a passear a nossa falecida cadela que também tanto adorávamos ou em idas ao cinema ou a casas de amigas, além de tantos outros programas em conjunto.

   Quando o meu pai decidiu abandonar-nos, foi ela que de alguma forma o substituiu. Nada que já não fizesse antes, mas depois disso de uma maneira muito mais constante. Se eu algum dia achei que iria ser menos feliz por crescer sem um pai, a minha tia esteve todos os dias presente para me dar a certeza que eu fui ainda mais feliz do que outros com famílias ditas "normais" por ter uma tia bem melhor que tantos e tantos pais.

   Como já referi, a minha tia é o meu exemplo de independência e ambição. Mas também é exemplo de boa disposição, solidariedade e dedicação.

   Ela não teve a possibilidade que à posteriori me deu a mim, de estudar e de se enculturar no tempo certo. Teve que começar a trabalhar cedo para ajudar a família e mesmo assim conseguiu, passo a passo e com muito suor à mistura, tornar-se a empresária de sucesso que é hoje. Ela nunca desistiu e é um exemplo de perseverança e de como o esforço, trabalho e a dedicação nos conseguem levar longe.

   Raramente está triste. Passa a vida alegre e gosta de contagiar os outros com a sua vivacidade. Não pensem que estou a fazer dela perfeita, porque de vez enquando irrita-se, berra e também diz coisas menos boas. Mas passado uns dias (às vezes umas horas) já lhe passam os 5 minutos e volta à sua versão alegre e bondosa. 

    Tão bondosa que não consegue não ajudar não só os que lhe são mais próximos como também os que não são sempre que precisam. Costumo dizer que o karma funciona e que recebemos tudo aquilo que damos aos outros, seja matéria ou energia. E a minha tia acaba por provar que ser boa para os outros compensa e bem, porque ela própria, por ajudar tanto os outros, tem uma boa vida e é uma pessoa feliz.

   A minha tia esteve sempre comigo, nos bons e nos maus momentos. Soube apoiar-me sempre e mesmo quando não concordava com as minhas decisões, deixou-me trilhar o meu caminho. Soube aconselhar-me sempre mas deixando-me escolher. Soube estar presente e fazer-me sentir que estava sempre lá mesmo quando tantos km nos separavam.

   A minha tia não me deixa passar muito tempo seguido em Coimbra sem aparecer lá com a merenda e mil coisas adicionais para eu me sentir bem. Está sempre em cima de mais mil coisas para além das minhas mercearias e não deixa que me falte nada, de maneira nenhuma.

     Tenho a certeza que a minha vida hoje seria muito diferente sem ela, não só por tudo o que me dá, material ou imaterial mas principalmente por tudo o que me ensinou.

   Parabéns Belinha, espero que sejas sempre feliz e saudável e que acima de tudo te mantenhas comigo (e com qualidade de vida!) por muitos e muitos anos!

   Não o digo todos os dias mas amo-te muito e estou sempre aqui para o que der e vier e para tentar fazer-te sentir tanto orgulho em mim como eu sinto por ti.

 



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2020
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2019
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2018
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ